DC Comics recebe prêmio LGBT por criar histórias que mostram diversidade

DC Comics foi elogiada pela HQ da Batwoman e por criar a primeira grande personagem trans. O "Prêmio Visionária" foi concedido pela GLSEN

DC Comics recebeu o “Prêmio Visionária” da GLSEN, a organização que luta por direitos de lésbicas, gays, bissexuais e trans (LGBT), pelo seu comprometimento em “criar histórias que mostram diversidade” (Via THR).

DC Comics
Ilustração “Justice League Meets Magic Mike”, de Playbuzz

“Super-heróis contam com um poderoso espaço na nossa cultura popular. Igualmente poderoso para a juventude LGBT é se ver representada nesse mundo e a DC permite isso”, afirma Eliza Byard, diretora executiva da GLSEN. “O comprometimento da DC em representar personagens LGBT em todas as formas em sua mídia é incrivelmente importante e empoderador”.

GLSEN aponta, especialmente, a Batwoman como a “primeira super-heroína lésbica com uma revista em quadrinho própria” e Alysia Yeoh, a melhor amiga da Batgirl, como a primeira “grande personagem trans dos quadrinhos”.

“Na DC, estamos comprometidos em contar histórias que refletem e inspiram nossa diversificada audiência e estamos ansiosos em celebrar ao lado de estudantes e ativistas LGBT do nosso país”, completa Diane Nelson, presidente da editora.

Veja também: HQ de Larte Coutinho

Fonte: Omelete

Anúncios