Gringo enumera 5 coisas que não gosta do Brasil | Paul Cabannes

O francês Paul Cabannes é de Paris, tem 27 anos, e vive em Maringá, Paraná. Além da profissão de modelo, ele tem um canal no Youtube sobre variedades.

Faz dois anos que o youtuber gringo Paul Cabannes vive no Brasil! Falou muito das coisas que gostei no Brasil, mas também há algumas coisas das quais não gosta- ou simplesmente são esquisitas para ele! Assista:

ETIMOLOGIA

As raízes etimológicas do termo “Brasil” são de difícil reconstrução. O filólogo Adelino José da Silva Azevedo postulou que se trata de uma palavra de procedência celta (uma lenda que fala de uma “terra de delícias”, vista entre nuvens), mas advertiu também que as origens mais remotas do termo poderiam ser encontradas na língua dos antigos fenícios. Na época colonial, cronistas da importância de João de Barros, frei Vicente do Salvador e Pero de Magalhães Gândavo apresentaram explicações concordantes acerca da origem do nome “Brasil”. De acordo com eles, o nome “Brasil” é derivado de “pau-brasil”, designação dada a um tipo de madeira empregada na tinturaria de tecidos. Na época dos descobrimentos, era comum aos exploradores guardar cuidadosamente o segredo de tudo quanto achavam ou conquistavam, a fim de explorá-lo vantajosamente, mas não tardou em se espalhar na Europa que haviam descoberto certa “ilha Brasil” no meio do oceano Atlântico, de onde extraíam o pau-brasil (madeira cor de brasa) Antes de ficar com a designação atual, “Brasil”, as novas terras descobertas foram designadas de: Monte Pascoal (quando os portugueses avistaram terras pela primeira vez), Ilha de Vera Cruz, Terra de Santa Cruz, Nova Lusitânia, Cabrália, Império do Brasil e Estados Unidos do Brasil. Os habitantes naturais do Brasil são denominados brasileiros, cujo gentílico é registrado em português a partir de 1706que se referia inicialmente apenas aos que comercializavam pau-brasil.

gringo francês

Anúncios