Dia 19 de agosto é o Dia do Orgulho das Lésbicas no Brasil; conheça a história

Rosely Roth foi a principal mentora e articuladora da manifestação no Ferro’s Bar, cuja militância excepcional iluminou os sombrios anos 80

rosely roth
Rosely Roth denuncia as atitudes discriminatórias do Ferro’s Bar. Foto: Ovídio Vieira

Em São Paulo, em 1983, cansadas dos abusos dos donos do bar que frequentavam, o Ferro’s Bar, que as impediam de vender seu boletim dirigido às lésbicas, mulheres do pioneiro Grupo Ação Lésbica Feminista (1981-1989) fizeram uma demonstração de protesto em frente a esse estabelecimento, no dia 19 de agosto de 1983, com apoio de ativistas gays, feministas e parlamentares do período. Primeira demonstração do gênero no Brasil, foi chamada por publicações LGBTs da época de “Stonewall Inn do Brasil”, em referência à revolta homossexual contra a repressão policial em Nova Iorque (28 de junho) que daria origem ao Dia Internacional do Orgulho Gay.

Lançada em 2003 pelos grupos Rede de Informação Um Outro Olhar e Associação da Parada LGBT de São Paulo, como Dia do Orgulho das Lésbicas no Brasil, teve grande repercussão na imprensa, mas contou também com a oposição ferrenha de grupos de lésbicas e gays ligados ao um partido político (e feministas interessadas em encabeçar o incipiente movimento lésbico brasileiro) que resolveram refundar o movimento LGBT a partir de 2003, criando datas próprias sem muito compromisso com dados históricos, como é característica desse partido e de outros congêneres.

Apesar disso, várias pequenas e médias celebrações do evento têm ocorrido desde 2003 não só por sua importância em si mesmo (é a primeira manifestação do gênero no Brasil, além de ter sido protagonizada por mulheres) como também pela necessidade de preservação da memória das lutas sociais autônomas, não atreladas a partidos e projetos de poder autoritários, em nosso país.

Aqui um livreto feito pela militante Miriam Martinho com mais informações históricas.

E abaixo, um vídeo sobre o dia que resume a história da data, com imagens feitas no dia da manifestação pela Folha de São Paulo:

Com informações de Um Outro Olhar

Anúncios