Para esquentar: Festa Deck este sábado 🎉 #SóVem!

20106247_1697119940595783_8508679697363969811_n

Quem esteve na última edição da FESTA DECK, sabe o quanto foi especial e ficou com um gostinho de quero mais! No próximo sábado teremos outra dose, com a mesma animação, empolgação e música boa de sempre, pra todo mundo se jogar e esquentar esse inverno! Quem perdeu, vai perder de novo? Não, né?!

Esta edição acontece mais uma vez no lindo Quintal da Bela, ao lado da Avenida Paulista, ali na Bela Cintra. Ao som dos clássicos DJ Zé Pedro e DJ Petter Alex.

SERVIÇO
22 de Julho de 2017
Das 16h às 22h

Até 17h30 ENTRADA FREE, somente com nome na lista
Após, R$30 de entrada, somente com nome na lista
Ou R$40 s/ nome na lista

Envie os nomes até meio-dia de sábado:
festadeck@guesturbansp.com.br
Ou confirme presença no evento do Facebook!

Bela Cintra, 954 РConsola̤̣o

19601225_1689607451347032_1371482512906606041_n

O município de São Paulo está, administrativamente, dividido em trinta e duas regiões administradas por prefeituras regionais, cada uma delas, por sua vez, divididas em distritos, sendo estes últimos, eventualmente, subdivididos em subdistritos (a designação “bairro”, porém, não existe oficialmente, embora seja usualmente aplicada pela população). Os atuais distritos foram criados pela lei municipal nº 11 220 de 20 de maio de 1992, e as atuais subprefeituras pela lei municipal n° 13 399, de 1 de agosto de 2002. As subprefeituras estão oficialmente agrupadas em nove regiões (ou “zonas”), levando em conta a posição geográfica e história de ocupação. Entretanto, há certos órgãos e instituições (companhias telefônicas, zonas eleitorais, etc.) que adotam uma divisão diferente da oficial. Cabem às subprefeituras os serviços ordinários à população, dessa forma, descentralizando alguns serviços rotineiros.

A divisão política oficial da cidade leva em conta tanto características histórico-culturais dos diferentes bairros de São Paulo como fatores de ordem prática (como a divisão de duas subprefeituras em uma avenida importante). Porém, muitas vezes tal divisão não reflete a percepção socioespacial que a população local tem dos lugares: há regiões da cidade que não são oficialmente reconhecidas pela prefeitura, de forma que sua delimitação seja informal e abranja diferentes distritos e subprefeituras, mantendo o nome por tradição, contiguidade física ou facilidade de localização. O fenômeno tende a se repetir na cidade inteira e considerado de forma ampla, pode levar a uma não identificação dos moradores com as instâncias políticas locais.

Além da divisão política, há também uma divisão em nove zonas geográficas, cada uma delas representada por cores diferentes nas placas de ruas e na cor dos ônibus que circulam na região. Essas regiões são estabelecidas radialmente, usando apenas critérios topográficos, e, salvo algumas exceções, não têm uma homogeneidade urbana, nem qualquer distinção administrativa, com exceção do centro histórico e do centro expandido, onde vigora o rodízio municipal.

Anúncios