Homossexualidade e escola pública: uma pesquisa

A escola pública brasileira, em seu aspecto geral, abriga as mais diversas desigualdades da sociedade brasileira e, sobretudo, comporta em seu corpo diversos grupos historicamente renegados pela história conservadora das relações de gênero do patriarcado.

projeto escola

A homossexualidade, por sua vez, é uma condição ainda em constante xeque, pois é encarada de variadas maneiras, seja pelo olhar religioso, seja pela visão da própria escola pública, parte do objeto desta pesquisa ou pelas famílias que contam com um integrante homossexual (gay ou lésbica).

Deste modo, considerei desde muito cedo (durante o primeiro ano da minha graduação) estudar a condição e as formas de relação dos estudantes homossexuais na escola pública, tendo em vista as duas variáveis principais para compor o objeto de estudo da pesquisa (o tema): a homossexualidade e a escola pública, por razão das diversas nuances e contradições de tais elementos, seja a condição humana da homossexualidade ou a estrutura do ensino público.

Trata-se de uma pesquisa qualitativa, de abordagem ancorada na pesquisa-ação e aprovada pelo CNPq em agosto de 2016. Desde então, venho realizando os trabalhos da pesquisa sem maiores custos, porém na segunda fase da pesquisa terei gastos diversos, com os quais não poderei arcar, considerando que a pesquisa exige: impressão de material, gastos com locomoção, alimentação, impressão de cartaz, transcrição de entrevistas e, acima de tudo, tempo para estudo e dedicação à pesquisa.

O projeto solicitou fomento de auxílio ao CNPq mediante a apresentação da proposta em 2016, contudo não foi agraciado por razão dos vários cortes realizados na quantidade de bolsas fomentadas no edital de 2016. Portanto, o pesquisador tem feito – até aqui – a pesquisa com os custos de seu próprio bolso. O período de pesquisa compreende 1 ano, de agosto/2016 e agosto/2017 – portanto, ela será apresentada publicamente em agosto próximo.

Segundo o projeto apresentado ao CNPq em 2016, os objetivos são:

Objetivos

O objetivo geral desta pesquisa é compreender, por meio da investigação no contexto educacional, as relações dos estudantes homossexuais/estudantes lésbicas com o ambiente escolar do Ensino Médio público.

Objetivos específicos: – Constatar e investigar no ambiente de escolas públicas de nível médio, a sua proposta pedagógica e social;- Conhecer a realidade escolar dos estudantes homossexuais presentes na rede pública de ensino;- Compreender no cotidiano da escola, a relação dos alunos homossexuais, a sua sociabilidade e vivência no ambiente escolar;- Esclarecer a existência ou não de preconceitos na relação da educação com os educandos homoafetivos;- Identificar potencialidades, falências e deficiências do modelo analisado no que se refere ao tratamento da diversidades na escola;- Diagnosticar resultados históricos da educação mediante análise sobre os dados coletados e analisados por esta pesquisa;- Analisar os componentes materiais e de classe que integram o universo escolar;- Levantar coletivamente com o universo pesquisado se existe a possibilidade de superação de opressões constatadas e/ou avanços sobre pontos/atitudes/cenários emancipatórios, levantados no decorrer da pesquisa;- Dialogar com a obra de Paulo Freire, buscando utilizar os conceitos de sua pedagogia no campo da pesquisa sociológica, com base na análise de situações dos estudantes homossexuais/estudantes lésbicas no ambiente escolar.”

A hora é agora! Contribua com
“Homossexualidade e escola pública: uma pesquisa”
https://www.kickante.com.br/campanhas/homossexualidade-e-escola-publica-uma-pesquisa

Saiba mais sobre Victhor Fabiano, o criador desta campanha:
Facebook | Currículo Lattes do pesquisador

Anúncios